Destaques Notícias

Audiência Pública “Mulheres Imigrantes e Refugiadas, nossa realidade e nossa luta”

jun 30, 2022 ittc

Na última segunda-feira (27), aconteceu a realizada pelo Centro da Mulher Imigrante e Refugiada (Cemir), com apoio da Deputada Estadual Isa Penna e da Frente Parlamentar Pela Vida das Mulheres.

Débora Vasconcelos, do Programa Mulheres Migrantes, fala em audiência ao lado de representantes de outras organizações | Foto: Laura Luz (ITTC)

O evento, que aconteceu na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), teve objetivo de visibilizar a situação dramática que as famílias imigrantes passam com relação à insegurança alimentar, trabalho, educação, saúde, violência de gênero e racismo.


O ITTC foi uma das organizações presentes e foi representado pela integrante do Projeto Mulheres Migrantes (PMM) Débora Vasconcellos. Ela falou sobre a atuação do Instituto com mulheres migrantes e refugiadas há mais de 25 anos, por meio de atendimentos, pesquisa, educação e incidência política. Além dela, estiveram presentes as integrantes do PMM Eliza Donda e Jacqueline Feitosa e a integrante do Programa Justiça Sem Muros, Alexandra Almeida.

As integrantes do Programa Mulheres Migrantes Débora Vasconcellos, Jacqueline Feitosa e Eliza Donda e a Alexandra Almeida, do Programa Justiça sem Muros | Foto: Laura Luz (ITTC)

Ao seu lado estavam Diana Soliz, da Comissão de Imigrantes do Sindicato de Empregadas Domésticas; Prudence Kalambay, do Cemir; Carla Mustafá, do Centro De Direitos Humanos E Cidadania Do Imigrante (CDHIC); Maria Paula Botero, da Rede de Mulheres Imigrantes Lésbicas, Bissexuais e Pansexuais (Rede MILB/SP); e Joana Moya, da Equipe de Base Warmis – Convergência das Culturas.
No auditório, dezenas de mulheres imigrantes e refugiadas, companheiras, parceiras e outras pessoas interessadas no tema.

Além dessas falas iniciais, outras ativistas foram convidadas a falar no púlpito representando o Conselho Municipal do Imigrante em SP, a Associação Brasileira de Defesa da Mulher da Infância e da Juventude (ASBRAD) a Grito dos Excluídos Continental e a MODIFICA.

Abaixo, confira a fala da Débora na íntegra:

Audiência Pública – Mulheres e crianças imigrantes e refugiadas no estado de São Paulo_ troca e escuta