ITTC participa de encontro da Pastoral Carcerária pelo desencarceramento
Artigos do ITTC Blog

ITTC participa de encontro da Pastoral Carcerária pelo desencarceramento

out 25, 2016 ittc
ITTC participa de encontro da Pastoral Carcerária pelo desencarceramento
Foto: Pastoral Carcerária

No dia 8 de outubro, o ITTC participou do encontro de discussão sobre a Agenda Nacional pelo Desencarceramento. Lançada em 2013 pela Pastoral Carcerária, a Agenda contém dez diretrizes para promover o desencarceramento no Brasil.

O evento reuniu 120 pessoas de diversas organizações, além de pessoas egressas do sistema penal e familiares de pessoas presas, para refletir e criar propostas sobre o tema. Representando o ITTC, estiveram presentes Mariana Lins, do programa Justiça Sem Muros, e Viviane Balbuglio, colaboradora do Instituto.

Pela manhã, foram apresentadas as principais diretrizes da agenda, seguidas de considerações feitas pelas pessoas presentes. Dentre os vários temas, destacou-se a atenção a pessoas egressas do sistema prisional e familiares de pessoas presas, o papel do judiciário no encarceramento em massa e violência policial e a descriminalização das drogas. No período da tarde, foram criados grupos pequenos para debater como seria a estruturação de uma frente nacional antipunitivista.

Em sua intervenção, o ITTC pontuou a atuação do Instituto no combate ao encarceramento e pautou temas como a questão da atuação repressiva do Grupo de Intervenção Rápida – GIR e a importância da Agenda se atentar também para o aprisionamento de pessoas indígenas e estrangeiras, sempre a partir de uma perspectiva de gênero.

O principal encaminhamento do encontro foi a construção de uma articulação nacional antipunitivista que tenha ao menos um encontro anual e que consiga manter o contato em rede das diversas entidades e movimentos por meio de uma comunicação própria. Além da articulação anual, foi pontuada a necessidade de dar início a articulações estaduais da Agenda para fortalecer o diálogo e ampliar a visibilidade dos temas a partir da experiência de cada estado, para depois realizar o encontro de 2017 em um estado diferente de São Paulo.

Acesse a Agenda Nacional pelo Desencarceramento.