Blog Notícias

Em meio a ações policiais na Cracolândia, São Paulo sedia ciclo de debates sobre política de drogas

jun 21, 2017 ittc

Entre os dias 26 a 29 de junho, São Paulo recebe um ciclo de atividades sobre política de drogas e seus múltiplos impactos na dinâmica da cidade. Os eventos fazem parte do encontro “As múltiplas faces da política de drogas em SP”, organizado por diversas entidades que atuam no campo das drogas.

 

em-meio-a-acoes-policiais-na-cracolandia-sao-paulo-sedia-ciclo-de-debates-sobre-politica-de-drogas

A transversalidade da política de drogas é o mote da programação. Com início no Dia Internacional de Combate às Drogas, os três dias de atividades preveem discussões sobre as diversas frentes atingidas pela proibição das drogas. Da Cracolândia às favelas, das prisões às clínicas, os debates trarão especialistas, ativistas e usuários e usuárias de drogas que compartilham uma mesma ideia: o modelo de combate às drogas nunca funcionou.

A megaoperação policial na região conhecida como Cracolândia, realizada no dia 21 de maio, é mais uma prova da falência do modelo. Pautada na exclusão e na violência contra pessoas usuárias de droga, a política de combate ao tráfico é um dos vetores do encarceramento em massa no país, onde um terço da população prisional – majoritariamente negra – responde por crimes ligados à Lei de Drogas. Entre as mulheres em privação de liberdade, o número chega a 64%. Desde que a lei foi aprovada, em 2006, o número de pessoas presas por tráfico de drogas no Brasil saltou de 31.529 para 138.366, em 2013 – um aumento de 339%.

O ciclo de debates “As múltiplas faces da política de drogas em SP” acontece em São Paulo dias depois de as autoridades anunciarem “guerra” à Cracolândia. Em resposta ao massacre cotidiano encampado pela política que criminaliza o uso de drogas pela população pobre e negra, movimentos e organizações optam, por outro lado, pela cultura, pelo debate, pelo acolhimento e pela garantia de direitos.

O encontro é organizado pela Iniciativa Negra por uma Nova Política sobre Drogas, Plataforma Brasileira de Política de Drogas, Instituto Terra, Trabalho e Cidadania, Centro de Convivência É de Lei e Fórum Intersetorial de Drogas e Direitos Humanos e faz parte da campanha 30 Dias por Rafael Braga. A iniciativa foi lançada após a condenação do único detido no contexto das manifestações de junho de 2013. Em abril, Rafael Braga foi condenado a 11 anos e três meses de prisão por portar 0,6g de maconha, 9,3g de cocaína e um rojão. Negro e pobre, o jovem do Rio de Janeiro é um retrato da execução da Lei de Drogas no Brasil.

Todas as atividades são gratuitas e abertas ao público.

Acesse a programação completa.

Semana de Drogas - Programação-20 de junho

Semana de Drogas - Programação-20 de junho2